.
.

//// litoral (2016)


"Litoral" é um texto do autor e diretor libanês Wajdi Mouawad traduzido por Assis Benevenuto para a montagem de formatura do Cefart/Palácio das Artes 2016. O espetáculo, montado pela primeira vez no Brasil, foi dirigido pelos artistas do Quatroloscinco e estreado no dia 1º de dezembro de 2016 no Teatro João Ceschiatti - Palácio das Artes.

"Litoral" é o texto que abre a tetralogia O sangue das promessas, de Wajdi Mouawad. Escrito em 1999, o texto revisita e atualiza elementos da tragédia grega clássica, dialogando com temas contemporâneos urgentes como a guerra, a xenofobia, a imigração, a intolerância cultural, o conflito de gerações e a violação de direitos humanos. Na trama, um jovem ocidental parte em uma odisseia para conseguir enterrar o corpo do seu pai em seu país de origem. Ao se deparar com um mundo totalmente desconhecido e hostil, ele precisará desconstruir seus medos, crenças e preconceitos para redescobrir a sua própria história. A relação ‘pai e filho’ é pano de fundo para se discutir temas políticos como a guerra e a violência.

O processo: Esta foi a primeira vez que o Quatroloscinco dirigiu outro coletivo. Essa experiência inédita impulsionou o grupo a reinventar seus métodos e estratégias de criação e mergulhar ainda mais no âmbito coletivo. Com a proposta de montagem de "Litoral", o Quatroloscinco enfatizou o trabalho do ator com o texto, o manejo e a habitação da palavra, a performatividade e o conceito de “ator-rapsodo” como estética de atuação dramático-narrativa. Para além da construção de personagens ficcionais, buscou-se a exposição e a revelação do ator em sua potência presencial, no instante do encontro com o espectador.

Ao convidar um grupo de teatro (e não apenas um diretor) para dirigir a montagem de formatura, a turma de formandos do Cefart 2016 desejava o encontro e a troca com um coletivo teatral profissional que baseia seu trabalho em uma ética própria da prática de grupo. Na relação entre os artistas criadores, buscou-se a diluição das hierarquias e o diálogo horizontal entre todos os participantes para que, além da montagem de um espetáculo, fosse enfatizado o caráter pedagógico da experiência.

--
Equipe de Criação:
Direção:
Grupo Quatroloscinco - Teatro do Comum
Assis Benevenuto, Italo Laureano, Marcos Coletta e Rejane Faria
Texto:
Wajdi Mouawad
Tradução:
Assis Benevenuto
Atuação:
Alessandra Salomão, Camila Botelho, Clara Brandão, Erika Rohlfs, Gabriela Fernandes, Hugo Bitencourt, Isabella Assis, Lui Rodrigues, Matheus Soriedem, Marcelle Primo, Michele Bernardino, Phill Nascimento, Priscilla Monteiro e Régelles Queiroz
Figurino, cenografia e caracterização:
Thálita Motta
Iluminação:
Marina Arthuzzi
Preparação Vocal:
Ana Hadad
Preparação Corporal:
Fernando Barcellos
Direção Musical:
Gil Amâncio
Orientação Teórica:
Nicolas Alexandria
Produção do Quatroloscinco:
Maria Mourão

LITORAL (2016)