.
.


"Humor" é o quarto espetáculo de repertório do Quatroloscinco, marcando seu sétimo ano de pesquisa e prática teatral. A obra parte dos diversos significados da palavra 'humor' para explorar as manifestações corporais e os líquidos que correm dentro do organismo: nossos humores. A peça discute nossa relação com a passagem de tempo e com a ininterrupta e lenta morte do corpo, jogando com as afetações e os estados emocionais para construir uma cena excêntrica, em um lugar indeterminado entre a comédia e o drama.

O espetáculo venceu dois prêmios Copasa/Sinparc em 2015, nas categorias 'Iluminação' e 'Cenografia'.

Sinopse:
Um homem possui uma rara doença que seca os líquidos de seu corpo, enquanto isso, pombos infestam sua casa e um cacto toma conta do jardim. Outros personagens o rodeiam e se perguntam até quando será possível continuar.

Equipe de Criação:
Direção e Atuação: Assis Benevenuto, Italo Laureano, Marcos Coletta, Rejane Faria
Texto: Assis Benevenuto e Marcos Coletta
Orientação Criativa: Rodrigo Campos
Iluminação: Marina Arthuzzi
Cenografia: Ed Andrade
Assistente de Cenografia: Morgana Mafra
Cenotécnico: Nilson Santos
Figurinos: Mariana Blanco
Costureira: Márcia Correa
Trilha Sonora Original: Lucas Yogananda
Workshop de Improvisação: Gustavo Miranda
Fotografia: Guto Muniz
Design Gráfico: Espaço Lampejo – Filipe Costa e Flora Lopes
Produção: Maria Mourão
Realização: Grupo Quatroloscinco - Teatro do Comum

Além de propor um desafio estético para o grupo, a montagem marca diversos ineditismos na trajetória do Quatroloscinco: pela primeira vez os atores contam com uma orientação criativa, realizada pelo artista, diretor e pesquisador Rodrigo Campos (“Quando o Peixe Salta”, “Play me”, “Arena de Tolos”), como forma de compartilhar e problematizar o processo de criação. É também a primeira vez que o grupo escolhe o palco italiano como proposta de espaço original, já que os espetáculos anteriores foram pensados para espaços alternativos. Além de Rodrigo Campos, o grupo convida pela primeira vez o cenógrafo Ed Andrade para criação de cenário, o músico Lucas Yogananda para criação da trilha sonora original e o improvisador colombiano Gustavo Miranda para um treinamento em improvisação. Também conserva parcerias anteriores com Marina Arthuzzi na criação de luz e Mariana Blanco na criação de figurino.




HUMOR (2014)